Notas Sobre Gaza – Joe Sacco

Notas Sobre GazaInterpretar Notas Sobre Gaza como um simples lançamento que se aproveita da popularidade recente dos quadrinhos vendidos em livraria é subestimar a produção. Em um mundo povoado por produções fantasiosas, a obra de Joe Sacco é um retrato duro da realidade dura enfrentada por um povo diariamente há mais de 50 anos.

O livro se trata de uma abrangente reportagem que tenta recriar a memória de dois eventos importantes para entender o conflito entre árabes e israelenses, os extermínios de civis ocorridos nas cidades de Khan Younis e Rafah, ambos considerados meras notas de rodapé da história. Os momentos do passado são alternados com aqueles que se passam no presente e mostram detalhes sobre a busca feita pelo jornalista para obter maiores detalhes sobre os acontecimentos.

Conflitos esquecidos

Notas Sobre GazaAlém de usar como fontes moradores da região, Sacco se vale de documentos oficiais produzidos por Israel, relatórios da ONU e relatos de agências de paz independentes que atuam na região. Com isso, são mostrados os pontos de vista bastante distintos que os dois lados do conflito têm sobre o acontecimento – enquanto Israel nega qualquer tipo de crueldade, os palestinos e agências de paz narram histórias de famílias inteiras que foram mortas como uma forma de divertir soldados sádicos que nada tinham a perder.

Em seus trabalhos anteriores, especialmente no premiado Palestina (que recentemente ganhou uma edição especial no Brasil), o jornalista deixa claro que não acredita nas ideias propostas pelo Sionismo. O mesmo tom se mantém em Notas Sobre Gaza, em que são feitas duras críticas ao estado de Israel.

Felizmente, o jornalista tem bom gosto e talento suficientes para não usar isso como justificativa para a ação de terroristas – a obra deixa bem claro o posicionamento contrário a qualquer tipo de iniciativa que leve à morte de qualquer pessoa, seja ela judeu ou palestino.

Arte detalhada

O estilo de arte utilizado por Sacco mistura elementos realistas com traços caricatos, especialmente na retratação dos rostos dos personagens. Isso garante um efeito mais expressivo aos protagonistas da obra, permitindo que o leitor se identifique melhor com as emoções demonstradas conforme a narrativa prossegue.

Notas Sobre GazaTodos os quadros de Notas Sobre Gaza são em preto e branco, abusando de uma técnica conhecida como “cross-hatching”, ou rachura. Isso faz com que as cenas retratadas ganhem uma profundidade surpreendente, característica mais marcante de todas as obras produzidas pelo artista.

Narrativa densa

A leitura de Notas Sobre Gaza é um processo que exige bastante atenção e até certa dose de esforço por parte do leitor. A quantidade de informações disponíveis é muito grande, e não é difícil se ver perdido em meio às diversas referências, nomes e situações que se alternam de forma constante na obra.

Para quem se acostuma com o estilo denso da obra, o resultado final é extremamente satisfatório. A sensação que fica ao final da leitura é a de se ter acompanhado em primeira mão um ótimo documentário sobre o conflito da Palestina. Esse ótimo livro-reportagem é essencial para qualquer fã de quadrinhos adultos, em especial para aqueles que se interessam por capítulos da história que passariam facilmente despercebidos por olhos menos atentos.

Anúncios
Esse post foi publicado em Quadrinhos, Reviews, Uncategorized e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s