O Universo DC por Stan Lee

O Universo DC por Stan Lee

Geralmente, na hora de escolher um assunto para o blog utilizo o gosto pessoal como principal medida. Afinal, de nada vale escrever sobre assuntos que não gosto, resultando em algo desagradável tanto para quem escreve quanto para os (poucos) leitores. Mas vou ter de abrir uma exceção para as revistas que fazem parte da reimaginação do Universo DC por Stan Lee.

Como todo fã de quadrinhos está cansado de saber, Lee é uma das figuras mais importantes desse mercado. Embora nos últimos anos sua carreira esteja limitada a aparições em filmes da Marvel e criação de heróis que ninguém dá bola, na década de 60 e 70 o autor foi muito importante para definir a identidade de personagens como o Homem-Aranha, X-Men e Quarteto Fantástico.

O Universo DC por Stan LeeAproveitando da popularidade do autor (e a extinção de seu contrato de exclusividade com a Casa das Ideias), em 2001 a DC Comics o convidou para reimaginar seus principais heróis em um contexto diferente. O objetivo era formular algo na linha do “e se”, apresentando personagens conhecidos em uma ambientação mais “realista”, forma pela qual os quadrinhos da Marvel sempre procuraram se diferenciar da concorrente.

Em princípio a ideia, embora longe de original, era bastante interessante. Afinal, o criador do Homem-Aranha tem currículo suficiente para atrair a atenção para qualquer uma de suas novas produções. Pena que o resultado final, além de desastroso, mostra que Stan Lee não evoluiu nem um pouco como roteirista desde sua fase áurea nos anos 70.

O principal problema do Universo DC criado por Stan Lee não é a falta de fidelidade ao material original, mas sim o roteiro cheio de furos e piadinhas que simplesmente não funcionam mais. Comparado a linhas como a Vertigo ou até mesmo os quadrinhos de heróis publicados atualmente, as histórias de Lee são extremamente fracas – isso em uma opinião comedida. Há muito tempo uma história em quadrinho não me desmotivou tanto a ponto de não terminar a leitura, e olha que enfrentei sem medo grande parte da produção da Marvel dos anos 90.

O Universo DC por Stan Lee

O principal exemplo disso é a recriação da história do Superman. Na concepção de Stan Lee, o herói é um policial de outro planeta que, durante a perseguição a um fugitivo, acaba preso indefinidamente no planeta Terra. Como a gravidade daqui é menor, suas habilidades comuns são extremamente ampliadas, permitindo ações como pular longas distâncias ou carregar objetos pesados como se fossem feitos de papel.

A versão Stan Lee para o AquabuchaOs poderes em si são bastante fiéis à concepção original dos criadores, inclusive não há coisas como visão de calor ou voô, tratando-se de um homem normal com capacidades ampliadas. O problema é que o roteiro está recheado de soluções simplistas, como quando o personagem aprende a falar inglês simplesmente ouvindo outras pessoas e transmissões de rádio e televisão. A justificativa? O alfabeto utiliza somente 27 letras, portanto seria fácil de aprender. Isso só para citar uma das situações que subestimam a inteligência do leitor.

Além de apresentarem esse tipo de solução sem nenhum embasamento lógico, as histórias criadas por Lee simplesmente não são divertidas de ler. Na tentativa de criar certa empatia com os leitores, personagens “importantes” são mortos a todo o instante, porém, sem efeito nenhum – afinal, todos são tão sem sal que não há como se importar um pouco que seja com eles.

O Universo DC por Stan Lee

Embora tenha sido publicado pela Editora Abril há um bom tempo, é bastante fácil encontrar a coleção completa por um preço acessível na maioria dos sebos. Também pudera, a qualidade é tão baixa que aqueles que se aventuraram a gastar dinheiro com isso logo trataram de recuperar ao menos um pouco do investimento.

Caso não acredite em minha opinião ou bata uma curiosidade, recomendo procurar por scans das revistas. Acredite, a decepção de deletá-las será muito menor do que se você perder seu tempo as procurando em algum lugar.

Anúncios
Esse post foi publicado em Quadrinhos, Reviews e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para O Universo DC por Stan Lee

  1. thago wendling disse:

    Caramba, e pensar que considerei a ideia de comprar tal revista!!!,ainda bem que meu sexto sentido(sentido de aranha?) me proibiu!!!

    abraços!

  2. @eduwit disse:

    hahaha, eu comprei isso ai, afinal, um bom colecionador tem do melhor E do pior, mas realmente, não recomendo… É uma das piores coisas que ja li na vida.

  3. JOhn disse:

    Muito bom! Conteúdo excelente Continuação de bom trabalho!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s